Páginas

11 de mar de 2009

Amadurecimento

Texto da Martha Medeiros sugerido por minha mana Raiane. Leia, vale a pena!


Promessas de Casamento

Em maio de 98, escrevi um texto em que afirmava que achava bonito o ritual do casamento a igreja, com seus vestidos brancos e tapetes vermelhos, mas que a única coisa que me desagradava era o sermão do padre. "Promete ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-lhe e respeitando-lhe até que a morte os separe?" Acho simplista e um pouco fora da realidade. Dou aqui novas sugestões de sermões:

- Promete não deixar a paixão fazer de você uma pessoa controladora, e sim respeitar a individualidade do seu amado, lembrando sempre que ele não pertence a você e que está ao seu lado por livre e espontânea vontade?
Promete saber ser amiga(o) e ser amante, sabendo exatamente quando devem entrar em cena uma e outra, sem que isso lhe transforme numa pessoa de dupla identidade ou numa pessoa menos romântica?
- Promete fazer da passagem dos anos uma via de amadurecimento e não uma via de cobranças por sonhos idealizados que não chegaram a se concretizar?
- Promete sentir prazer de estar com a pessoa que você escolheu e ser feliz ao lado dela pelo simples fato de ela ser a pessoa que melhor conhece você e portanto a mais bem preparada para lhe ajudar, assim como você a ela?
- Promete se deixar conhecer?
- Promete que seguirá sendo uma pessoa gentil, carinhosa e educada, que não usará a rotina como desculpa para sua falta de humor?
- Promete que fará sexo sem pudores, que fará filhos por amor e por vontade, e não porque é o que esperam de você, e que os educará para serem independentes e bem informados sobre a realidade que os aguarda?
- Promete que não falará mal da pessoa com quem casou só para arrancar risadas dos outros?
- Promete que a palavra liberdade seguirá tendo a mesma importância que sempre teve na sua vida, que você saberá responsabilizar-se por si mesmo sem ficar escravizado pelo outro e que saberá lidar com sua própria solidão, que casamento algum elimina?
- Promete que será tão você mesmo quanto era minutos antes de entrar na igreja?

Sendo assim, declaro-os muito mais que marido e mulher: declaro-os maduros.

3 comentários:

sabrina disse...

Esse tipo de amor só existe em filmes e novelas,vida real é bem diferente...
Seria facil prometer tudo isso na hora do casamento,agora cumprir isso ao longo dos anos é mto dificil.
Uma pessoa pode ser madura,mas não pode ser perfeita,pq não existe ninguem perfeito.
Entao deixo aqui registrado q seria otimo se existisse esse tipo de amor,pena q a vida não é um conto de fadas.

RODRIGO BRASIL disse...

Amor assim é raro mesmo, problemas existem e sempre vão existir! Um casal perfeito demais pode ter certeza que não se amam e ja vivem uma vida paralela! Mas o amor de união aquele que a cada dia se aprende um com o outro existe! Tenho lindos exemplos que me cercam de amores que duram a vida toda e com o respeito mútuo de união e fidelidade! A perfeição se encontra na maturidade de saber errar e reconhecer que errou, respeitando sempre o companheiro(a).
Mas quando eu casar só exigo bolo de chocolate! Hehehehehe!

RODRIGO BRASIL

Luciano e Sane disse...

se o padre falasse isso...nao teria casamento!