Páginas

1 de jun de 2010

São Paulo da garoa

Pronto. Já to de casa nova, cidade nova, estado novo. A minha voz continua a mesma, mas o meu sotaque... tá, ainda não tem diferença, mas sendo catarinense, morando com cearenses e trabalhando com paulistas, imagina o que vai dar? "oxe, mó legal, né?".

Agora não tem mais a eletrizante viagem de metrô. Sim, ainda tem metrô pq né, a pobreza ainda pega, mas é uma linha bem mais tranquila. Depois do metrô pego uma tal de Ponte Orca e um trem. Em apenas 40 minutos tô no trabalho. E isso é uma mixaria, pode crer.

Falando em trabalho, sabe quando vc olha pra um lugar e pensa: será que um dia eu chego lá? Tô aqui, onde eu sonhava até bem pouco tempo. Eita vida que dá voltas! Mas não pedi autógrafo pra ninguém. Tô bem comportadinha.

*

Ontem eu e a Deise fomos no mercado. Fiquei rodando procurando banana branca. Mas aqui é banana prata. Tucanaram a banana branca! Humpf!

Tirando as pessoas que não te enxergam, o restante é bem simpático. Eu fico olhando com cara de boba pra cumprimentar, mas acho que eles não têm o hábito de dar bom dia. Em compensação, tem aqueles que seguram seus cadernos no metrô. :)

Tá tudo bem. Tudo tão bem que nem é bom falar muito.

(Ah, mas continuem torcendo pra eu ficar rica e conhecer morenos-altos-bonitos-e-sensuais, ok?)

;-)