Páginas

9 de abr de 2009

Um jeito de amar que o tempo esqueceu...

Mesmo que eu esconda tudo aquilo que sentir
Não pergunte, não responde, eu posso até mentir.

Sei que foi um grande amor, mas devo desistir
Escondendo o que sinto, não quero mais criar
Um castelo de ilusões pro vento desmanchar.

**

Porque se o coração é burro, a cabeça não pode ser.

4 comentários:

RODRIGO BRASIL disse...

Sem palavras...



RODRIGO BRASIL

Ju Dacoregio disse...

Lindo poema.

Deise Anne disse...

a gente sofre calada, mas não sem lutar.

Porque se o coração é burro, a cabeça não pode ser. rsrs

Beijos Kellen, ótima semana! :)

Aline Hahn disse...

Sábias palavras!
Se inspirasase em mim pra escrever? huahsuahsuash...
Axo que não neh, mas poderia ter sido! hehe...
Pq é bem assim mesmooo!!!!