Páginas

1 de dez de 2008

Desabafos de segunda...

Depois de um final de semana ruim, a segunda-feira começa ensolarada, linda. Seria o anúncio de uma boa semana? Tomara!
Não que o Sol não tivesse brilhado no sábado e no domingo. Eram dias lindos. Dias de praia para os outros e de cama pra mim. No Fantástico, o desabafo de uma vítima da enchente foi o estopim. A mulher, que há dias dorme em um abrigo, disse que “a chuva que antes relaxava, agora atormenta”. Pra ela, a chuva tem o sentido literal. Pra mim, metafórico. A dor dela é maior. Mesmo assim, chorei compulsivamente... até dormir.
Acho que o choro é a hora da limpeza da alma. Chorei pelas vítimas, chorei por mim. Pelas pessoas que eu amo e não consigo ajudar. Pela sensação de impotência quando nada do que eu fizer vai amenizar a dor.
Odeio minhas tentativas de ser dura. E odeio admitir que sou muito mais sensível do que gostaria. Odeio minha mania de querer pegar o mundo no colo e como fico triste quando não consigo. Odeio dizer não, querendo muito dizer sim. Odeio dizer sim, querendo dizer não.


Mas é segunda-feira. E a semana vai ser linda, ensolarada e feliz. Tudo sempre se ajeita, já que “somos brasileiros e não desistimos nunca”. E, apesar de tudo, a vida é bela!

Tenha uma ótima semana!

4 comentários:

Filipe Casagrande disse...

Olha só o que eu achei... o blog da minha ex colega de trabalho =)
E vim bem no dia certo né?

Que bonito o teu desafado, kelinha. Não fique triste em ser mais sensível do que querias ser. A vida é curta e foi através da sensibilidade da população brasileira, que toneladas e mais toneladas de donativos foram doados para estas famílias que perderam tudo com a enchente...

Bem bacana este teu espaço (até eu fiquei com vontade de fazer um blog pra contar meu dia a dia kkkkk, mas ai iria fica muito Doug Fannie né? Aquele desenho que começa: Querido Diário...)

Pra encerrar esse meu comentário empolgado de "poucas" palavras, concordo literalmente com o que escrevestes: "Odeio dizer não, querendo muito dizer sim. Odeio dizer sim, querendo dizer não."
Idem =/

Bjss

sabrina disse...

Ser sensivel e ser durona é achar seu ponto de equilibrio...

A mãe terra a mesma q nos fornece os alimentos,a agua,q é taão generosa as vezes fica revoltada com a indeferença do homem.

Não vejo esses acontecimentos como um castigo,mas sim como um alerta.

A solidariedade das pessoas foi o q aconteceu de bonito,a uniao do Brasil todo para tentar amenizar a dor de muitas pessoas...se ve q o povo ainda tem amor no coração...

Amor lindo q nem o q vc sente.

Te adoro

bjssssssssssss

deh disse...

:S
gostei da tua ultima frase.... concordo ctg! tb sou aassim....
mas o negocio é pensar positivo pra nao ficar mais triste ainda né!
:S
otima semana pra ti amiga, e pra mim tbm neh :S
bjao...!

Luciano e Sane disse...

Lindas palavras!

Abraço pra ti.

Luciano e Sane