Páginas

20 de out de 2008

De volta ao começo

Sabe quando a gente toma um banho de realidade? Você já tomou? É assim: você está lá, se achando o fodão (ou fodona), inatingível, forte como concreto... e sem perceber vai saindo do chão, não nota. Acha que nada é capaz de te abalar, afinal, você sempre tem tudo sob controle.
Daí de repente alguém vem e diz: ei, a realidade é por aqui. Essa curva aí é a do “vai quebrar a cara”.
E cada palavra faz sentido. É uma merda, mas faz sentido. É exatamente o oposto do que você quer ouvir, mas você sabe que é a mais pura e dura realidade, afinal, inteligência ainda lhe resta. Quem disse que a verdade tem que ser linda e doce como em contos de fadas?

E então você tem duas opções: seca-se e segue na realidade ou seca-se e espera para ver o que a curva lhe reserva.

É só uma questão de escolha. E essa é a parte difícil.


**

I'm so tired of being here
Suppressed by all my childish fears...

2 comentários:

Amiga Terapia disse...

Oi Kellen, legal! Vou acompanhar aqui também...

qdo tiver uma sugestão de tema ou alguma teoria maluca sobre homens, compartilhe comigo hein!!rs

beijos!

Jéh disse...

bem filosófico mas eu ameei foi a musica!!
[...]and you have to leave[...]