Páginas

16 de set de 2008

Ditadinhos

Outro dia durante uma reunião alguém falou a expressão "não tem chupadinha". É isso aí, não podemos dar "arrego".
No que um dos diretores vira de lado e cochicha com a gente: de onde será que surgiu essa expressão? eu sempre quis saber...

Bom, eu não sei. Mas surgiu uma teoria. Diz "a lenda" que antes a expressão correta era "não tem beijo na boca e nem chupadinha". Denotação, conotação... tudo sexual mesmo.

Aos poucos ficamos apenas com a segunda parte. Como fazemos sempre. Modificamos.

Fui pesquisar no Google. Com essas palavras, é claro que apareceram várias coisas pornográficas. Achei alguns blogs também. Um deles é esse aqui para quem gosta de contos.

Mas a "versão" oficial eu não achei. Se alguém souber...
Diz a Lene que tem um livro com alguns ditados, expressões e coisa e tal e vai procurar. Acho que rende um bom post esse livro dela.

Dúvida boba essa minha, né? Mas a questão é: já reparou em quanta coisa a gente fala sem saber o que está dizendo? Modificamos os ditados, falamos errado e quando alguém fala certo soa estranho. Dá uma olhada nesses ditados aqui. Engraçado, não?

**

Me baixou o professor Pasquale neste post. Só falta eu me acertar com as vírgulas... e ir dormir pq amanhã é um dia cheio e "não vai ter chupadinha"...

Um comentário:

Luciano e Sane disse...

por acaso... essa semana algum filho de Deus falou isso perto de mim e fiquei pensando: Quem foi a mente demoniaca que inventou isso??
Bom... acredito que tenha vindo de algum puteiro mesmo!!! Tipo: - Oi meu amorzinho... to sem grana pro trabalho todo! Aceita vale-refeiçao? Pelo menos uma chupadinha!
E a tecnologa em assuntos extra conjugais falou: - NAO TEM CHUPADINHA!!!
Sei la...
ahuahuahuahuahuahauhauhau