Páginas

26 de mai de 2009

Parte 3 - o Cristo

A janela nos mostrava um Rio cinzento na manhã de sexta-feira. Uma chuva bem fininha... do tipo que deixa os cabelos com aqueles fiapinhos levantados, que só serve pra atrapalhar as fotos...

Primeira parada: Arcos da Lapa
Os arcos da Lapa são feios, sujos e rodeados por mendigos. Têm cheiro de xixi (como em boa parte do Centro), e parecem abandonados. Mesmo assim fizemos caras sorridentes e muitas fotos na frente deles. Os mendigos devem tá tão acostumados que nem deram bola pra nós.


Momento making of

*

Daí a sorte começa a mudar. Indício de sol! Fomos pra avenida (soa indecente, mas nem foi) e pegamos um táxi. O táxi do Nem!

Pra mim, taxista bom é aquele conversador. Que conta causos, que se acha o guia turístico, que dá dicas quentes. E claro, que te leva nos lugares.
Toca o telefone dele:
- Oi, Nem!
Pausa
- Onde cê tá? já tá na hora?
Pausa
- Não vai dar tempo. Cê vai que depois eu busco.
Pausa
- Beijo.

-Era minha esposa.
(a gente percebeu. Pelo tom de voz ou era esposa ou era amante).
- A gente tem uma bonequinha de dois anos e meio e ela tá indo no médico. Veja só, eu sou taxista e ela vai pegar táxi.

(malditas turistas!)


Próxima parada: Pão de Açúcar.
- Que merda é aquela ali?
- O quê?
- Tá fechado.

Desço do carro pra perguntar o que que tá pegando.
- Tá em manutenção, filha.
Filha é o cara#&*#lho!
- Até quando?
- Até dia 18.

Peraí, dia 18 vamos estar em Criciúma, de volta ao mundo real, em frente a um computador trabalhando.
Mas é isso mesmo. Nada de bondinho. Cara na porta! Gastamos nosso estoque de xingamentos e fomos pro Cristo.
Eu sei que parece cruel, mas bateu até um conformismo quando olhei pros ônibus de turismo ali.
- Haha vocês também se fude#$%ram.

No Cristo eu me redimo de pensamentos pecaminosos.


*

Terceira parada: o Cristo
É uma Torre de Babel. Ouvi japonês (ou chinês, vai saber), inglês, espanhol, algo que parecia alemão. Um ou outro falando português. Teve um que nos chamou de “belas ticas”.
Todo mundo disputando um espacinho pra famosa foto de braços abertos (alguns mais pra Titanic do que pra Cristo). E todo mundo aparece na foto de todo mundo.
Uma latinha de refrigerante custa R$ 4,00. Imagina os cristinhos...
No trenzinho de volta um grupo de samba animava a turistalhada. Com tantas senhorinhas simpáticas, o cantor quis me tirar pra dançar. Imagina eu sambando num trenzinho em movimento? Nem eu.


Ganhei beijinho

*

Mais um táxi. Vamos pra Ipanema!
Ao contrário do Nem, estilo pai de família, o taxista agora fazia o tipo carioca malandrão.
Ele pega o radinho e começa a bater papo.
- E a mulherzinha, era maneira?
- Maneira, maneira.

Credo, mulherzinha maneira? Deve ser a forma deles de elogiar...

Chegamos em Ipanema. Hora do almoço.

Dá licença, não posso falar de boca cheia...

12 comentários:

renata disse...

parou no almoço vai ter que continuar depois qd esvaziar a boca hehehe
e q é mania né? postei na foto da fran q achei feio aqueles arcos ehehe
mas turist bom vai em tudo heheh
bjs

Luciano e Sane disse...

Kellen, o teu texto tem um erro: - A gente tem uma bonequinha de doiXXX anoXXX e meio e ela tá indo no médico. Veja só, eu sou taxiXXXta e ela vai pegar táxi!
ahuahuahauhauhaua!!!

Aline disse...

Ai, q saudade!!! Do Nem, do Cristo, dos Arcos, dos turistas, até do taxista malandrão. huauahuhua. Será q gente lembra de todos os taxistas?

Jaqueline disse...

Amiga tô me divertindo horrores com os coments da tua viagem! Nem sempre comento mas sempre visito!

Beijos

Deise Duarte disse...

Aposto que a Aline não sente saudades do cheiro do Xixi.haha

Acho que uma viagem não poderia ser contada de maneira mais engraçada do que aqui.

Valia pagar uma viagem pra ti, só para ler tu contando depois.

E eu gosto também! que linda!

Cristine Rodrigues disse...

Que legal isso!
Eu sempre via o "Olha a Corneta" em algum lugar que eu acho que deve ser teu MSN...É que faz tempo que eu estou sem internet em casa e eu nem devo mais saber como se comenta nisso aqui...Que se chama Blog né? Huahuahua!
Passei a te acompanhar a alguns dias e adorei isso. Tem bem a minha cara sabe?Até o jeito que tu escreve parece com o meu! Deve ser o sobrenome...Huahuahua!
Tais me fazendo lembrar de quando eu fiquei uma semana brincando de turista no RJ também...Da uma saudade...Juro que assim que eu puder quero voltar lá!
Pensei até em entrar nessa vida de blog. Já tentei umas duas vezes mas...Não deu! Mas agora me empolguei de novo...Huahua!

Parabéns pela dedicação!
Beijo e não deixa de escrever!
:*

Deise Anne disse...

Todo mundo diz que o centro do rio tem cheiro de xixi...
Adorando seu jeito de narrar essa viagem.
Beijos, Kellen Forest Gump!

RODRIGO BRASIL disse...

Kellen nao espalha sobre o aroma contagiante dos arcos da lapa! Hehehe! Digamos que mendigos, bebados, boemios ja estao acostumados! Agora me fale, o taxista nao deu aquela frase basica carioca!

AXX PRINCESAS VÃO MOXXTRAR SEU BRILHO AONDE??hehehehe
Esssa do pão de açucar eu sabia|! Viu quem mandou pegarem um guia que nao fui eu. Por favor me diga que vc tem uma foto dançando um sambinha dentro do bondinho, essa ia para o meu mural!
respondendo: MULHERZINHA MANEIRA!
(SINÔNIMO) LEGAL, SEXY E AFINS!

RODRIGO BRASIL disse...

Há esqueci de perguntar!
QUAL DAS TRÊS FOI ELEITA A MUSA DO SAMBISTAS DO BEIJINHO??

Fran disse...

Ai q saudade de tudo. Essa subida até o Cristo rendeu, eu até achei um noivo, hahaha.

Filipe Casagrande disse...

Hahahaha, ainda bem q demorei pra ler teus posts sobre a viagem ao RJ.

Mto divertido, e eu ADORO o jeito como escreves para contar as histórias :)

Continua heinn, assim q terminar esse almoço aqui rsss

=*

Magalices disse...

E não indicaram a trilha do bondinho? (quando fui tinha essa trilha) Tem como subir pela mata para o primeiro morro. Tudo bem que não iriam andam de bonde mas pelo menos poderiam curtir um pouquinho do visu de lá.

Ai viajar é tudo de bom né?
beijoss!