Páginas

9 de jan de 2009

Saga

Precisava fazer um depósito no Bradesco. Ontem no intervalo do almoço lá vou eu. Chego na frente do banco e descubro que esqueci o papel com os dados da conta. Ok. Volto depois.
Final da tarde tô lá. Dados em uma mão, dinheiro na outra e... cadê os envelopes? Não tem. Ok. Volto amanhã.
Voltei. Abro a carteira e só tem dinheiro inteiro (isso é raro, mas acontece). Tudo bem, vou pedir pro moço de colete vermelho trocar pra mim. Hã? Só lá no caixa? Tá bom. Então eu entro no banco.
Entrei? Que nada. Deixar celular e chaves na caixinha não foi o suficiente praquela porta giratória filha da mãe. Travou. O guarda me chama de canto e faz uma relação de coisas que não vão passar por ela (engraçado que ele não citou pistola, faca, essas coisas...). Na minha bolsa tinha desodorante spray, máquina fotográfica, pilhas reservas, moedas. Ah, muita coisa. Se bobear, tem que deixar até a calcinha. Vou trocar as onças em outro lugar.
Como em Criciúma cada passo é uma farmácia, lembrei de comprar a pílula nossa de cada dia. Assim, já troco o dinheiro. Yes!
Tentativa número 1. Enquanto a moça vai olhar se tem, aproveito pra me pesar. Caramba, tô gorda! E a marca que eu tomo está em falta.
Tentativa número 2. O nome do lugar é Farmácia dos Genéricos. Lá sempre tem a que eu quero e é mais barato. É lá mesmo que eu vou. Um velhinho invocado discute com o cara do balcão. “Eu quero Sorini, não quero genérico (lembre que o lugar é farmácia dos genéricos), e não quero saber se outro é mais barato, coloca o Sorini mais barato”. Chega minha vez. Adivinha? Está em falta. Putz. Será que descobriram que o comprimido é de farinha, o laboratório faliu e só eu que não soube? E o cara pergunta se eu quero outro. Deu vontade de imitar o velhinho. Haha Pelo menos na balança dali eu to com meio quilo a menos. E tô preferindo acreditar nessa!
Tentativa número 3 – pergunto meio desconfiada, já pensando num substituto. Mas tem! Achei! Mais caro, mas comprei. Ah, e troquei o dinheiro. Bóra voltar pro banco.

Pô, cadê os envelopes de dinheiro? Daí o moço do colete vermelho diz que pode ser no de cheques. Ufa! Agora vai. Olhei pro comprovante meio duvidando, mas tá lá, depositado!

Hora de voltar ao trabalho.

3 comentários:

Dom disse...

Eu escrevi uns 10 textos antes de postar esse... =D
Só comentarei dessa vez pra você não falar que eu venho aqui e não comento... =D

Luciano e Sane disse...

hahahahaha... o Dom ai de cima eh outro que sofre quando tu fala: todos entram no meu blog e ninguem comenta!" É isso ai Dom! Vamos deixar a Kellen feliz.

Mas... o valor do deposito era muito alto? porque deu trabalho hein?! Mas voce é uma garota firme nas atitudes! Nao é, CHOCOLEITE?!

rodrigo disse...

hehehe! Kellen pq será que os ladroes entram em um banco e levma cerca de 20 minutos para levar milhoes e nós simples seres mortais levamos 40 minutos para conseguir chegar perto do nosso dinheirinho ali depositado. Mistérios ou estamos na profissão errada! hehehe Beijos e parabens pelo seu jeito leve e descontraido de passar o dia a dia de uma forma simples e objetiva!
RODRIGO BRASIL